Acusado de aliciar criança no “trenzinho da Alegria” é condenado a 6 anos de prisão em Pombal

Por atrasar dois dias para recorrer, o Tribunal de Justiça da Paraíba não conheceu o recurso impetrado pela defesa de Josenildo Tomé da Cruz, condenado a 6 anos de prisão pela prática do crime de atentado violento ao pudor  contra uma menina em Pombal.

O Blog do Naldo Silva apurou que ele foi acusado pelo Ministério Público de cometer o abuso no dia 14 de setembro de 2008, ao passar a mão no órgão genital da menor durante um passeio no “trenzinho da alegria”.

O crime foi presenciado por outra criança que estava no veículo. Segundo a denúncia, diversas testemunhas afirmaram que o acusado sentou-se ao lado da vítima durante o passeio, e que outros palhaços tiveram envolvimento com menores.

À polícia, Josenildo declarou que “tudo era uma trama do menor que denunciou, devido ao fato dele não ter deixado o mesmo andar de graça no trenzinho”.

Ao julgar o caso em Pombal, a juíza Daniela Falcão Azevedo determinou que o acusado recorresse em liberdade. No entanto, o seu advogado só interpôs apelação quando já havia passado o prazo de cinco dias.

O relator do caso no TJ, Desembargador Carlos Martins Beltrão Filho, sequer adentrou ao mérito do fato, por reconhecida intempestividade.

Blog do Naldo Silva

Foto ilustrativa (Christian Gabriel – Ônibus Brasil)